Acompanhamento Pedagógico

  • Há, como o próprio nome indica, acompanhamento no estudo dos alunos. O objetivo é o aluno tornar-se o mais autónomo possível, mas com uma ajuda constante quando encontra dificuldades e junto de pessoas competentes para sugerir novos exercícios. Assim, todos devem fazer o esforço para que, progressivamente, os alunos consigam resolver sozinhos os seus exercícios usando os métodos de estudo que acharem mais adequados à sua maneira de ser.
  • Estão, no máximo, 5 alunos por professor; se houver 6 alunos em Acompanhamento, já estarão a trabalhar 2 professores com eles. Tenta-se sempre que os professores sejam de áreas disciplinares distintas. É um serviço que só vai até ao 9º ano. Os alunos trabalham todas as disciplinas com professores de várias áreas, sendo que há a possibilidade de, por exemplo, trabalharem matemática com um professor de qualquer área;
  • Salvo vontade diferente por parte dos pais/encarregados de educação, os alunos começam por realizar os seus trabalhos de casa nos cadernos das suas disciplinas e, depois, trabalham as disciplinas em que têm mais dificuldade ou aquelas em que têm testes mais brevemente. Estes últimos exercícios serão realizados na sebenta individual do aluno (oferecida pela Dona Sebenta), que poderá ser consultada pelos pais/encarregados de educação a qualquer altura. Não se recomenda que a sebenta vá para casa porque há uma forte tendência para ser esquecida;
  • Os alunos não deverão frequentar o Acompanhamento mais do que 2h/dia pois a nossa experiência diz-nos que alunos até ao 9º ano não têm capacidade para trabalhar mais do que esse tempo (e, em tempo de aulas, muito menos, porque estão cansados);
  • São os pais e alunos que definem o horário de frequência na Dona Sebenta e são responsáveis pelo seu cumprimento. Se se verificar dificuldade no cumprimento do horário, este deve ser corrigido para que não haja prejuízo do aluno;
  • Os alunos devem, quando arrumam a sua mochila para o dia seguinte, planear também o trabalho que pretendem fazer na Dona Sebenta. Se não houver este cuidado, o aluno, quando entra na Dona Sebenta, apenas terá em seu poder o material (manuais e cadernos das disciplinas) que levou para a escola. Poderá ter que estudar uma disciplina em que vai ser avaliado brevemente, mas como não a teve nesse dia da semana, não vai ter o seu material de trabalho e os nossos professores não poderão ajudar convenientemente (o ideal é sempre ter acesso ao que os alunos estão efetivamente a trabalhar com os seus professores da escola e ver o que estes privilegiam);
  • Os alunos devem sempre colocar, na sala de aula, todas as suas dúvidas e procurar entender junto dos seus professores a resolução dos vários exercícios propostos ou a explicação dos conteúdos. Nunca deverão cair no erro de pensar “Não estou a perceber, mas na Dona Sebenta os professores vão explicar-me.” Os alunos nunca deverão esquecer-se que são os professores da escola que os avaliam;
  • Se o aluno precisar de faltar, essa falta não é reposta (o aluno tem o direito de poder faltar…);
  • Se houver necessidade de uma ou mais horas-extra de Acompanhamento (para vésperas de testes, por exemplo) ela deve ser marcada com pelo menos 24h de antecedência;
  • no final de cada período os pais/encarregados de educação recebem em casa uma avaliação qualitativa do trabalho desenvolvido pelo aluno na Dona Sebenta.
UA-30127866-1